Candidaturas 2017/2018

 

ESTUDANTE

INTERNACIONAL 

 

MUDANÇA DE PAR INSTITUIÇÃO/CURSO|

TITULARES DE CURSO

 

MAIORES DE

23 ANOS

 

 



 

 

 

 

ESTUDANTE INTERNACIONAL

 

> REQUISITOS DE NACIONALIDADE:

Não ter nacionalidade portuguesa nem de nenhum outro Estado-Membro da União Europeia (ver lista de estados-membros), exceto se:

  • não sendo nacional de um Estado-Membro da União Europeia, resida legalmente em Portugal há mais de 2 anos, de forma ininterrupta, em 31 de agosto do ano em que pretende ingressar no ensino superior, bem como os filhos que com ele residam legalmente (O tempo com autorização de residência para estudo não é contabilizado para este efeito como tempo de residência em Portugal);
  • se encontrar a frequentar uma instituição de ensino superior portuguesa no âmbito de um programa de mobilidade internacional para a realização de parte de um ciclo de estudos de uma instituição de ensino superior estrangeira com quem a instituição portuguesa tenha estabelecido acordo de intercâmbio com esse objetivo.

 


> REQUISITOS DE ACESSO

  • ter concluído o ensino médio
  • ter realizado o ENEM (prova de ingresso)
  • ter realizado o pré-requisito de aptidão vocacional

 


> NOTA DE CANDIDATURA:

 

A nota de candidatura é calculada da seguinte forma:

  • Classificação final do curso de ensino médio*(nota mínima positiva): 60%
  • Classificação da área do ENEM relevante para o curso a que se candidata*(nota mínima 475): 40%

Área do ENEM

Ciências Humanas e suas Tecnologias
OU
Linguagens, Códigos e suas Tecnologias
OU
Matemáticas e suas Tecnologias

*após conversão para a escala portuguesa. Para saber como calcular a sua nota de candidatura, aceda aqui

 

A Faculdade de Direito reserva-se o direito de definir uma nota mínima de candidatura em cada fase, dependendo da qualidade dos resultados dos candidatos.

 


> PRÉ-REQUISITO DE APTIDÃO VOCACIONAL

 

A candidatura à licenciatura em Direito implica a realização de um pré-requisito que consiste numa entrevista feita à distância (via Skype), com carácter eliminatório e que visa avaliar a capacidade do candidato de se expressar em língua portuguesa, não sendo exigidos ou avaliados quaisquer conhecimentos de Direito.

 


> COMO FAZER A CANDIDATURA

 

1ª Fase

  • Período de candidatura: 10 abr a 26 mai
  • Realização do pré-requisito: agendado aquando da candidatura
  • Divulgação dos resultados: 30 maio
  • Matrícula e inscrição: 1 e 2 junho

 

2ª Fase1

  • Período de candidatura: 29 mai a 25 jul
  • Realização do pré-requisito: agendado aquando da candidatura
  • Divulgação dos resultados: 28 jul
  • Matrícula e inscrição: 1 e 2 ago

1 a abertura de candidaturas na 2ª fase, depende dos resultados de admissão na 1ª fase

 

Documentação:

  1. Fotocópia do documento de identificação civil (passaporte ou bilhete de identidade) e fiscal  ou envio do Formulário com informação dos dados pessoais
  2. Uma fotografia tipo passe
  3. Declaração, sob compromisso de honra, de que o candidato é elegível enquanto “estudante internacional”
  4. Certificado de equivalência ao ensino secundário português (a obter numa escola secundária portuguesa ou da Direção-Geral da Educação)
  5. Diploma do ensino médio discriminado (disciplinas realizadas e respetiva classificação) e classificação final*
  6. Declaração relativa a classificações obtidas no ENEM
  7. Taxa de inscrição no pré-requisito: €18
  8. Taxa de candidatura: €145 (€200 caso seja necessário a UCP intermediar o pedido de equivalência ao ensino secundário português )

*O original com Apostilha de Haia deverá ser apresentado até ao início das aulas.

 


> INSTRUÇÃO DO PROCESSO DE CANDIDATURA
 

  • Online

  • Por email:

          Poderá enviar os documentos acima indicados para admissions@porto.ucp.pt, entregando os documentos originais por correio ou presencialmente.

  • PresencialmenteOs documentos acima referidos devem ser entregues:

                    » na  Secretaria,  de  2ª  a  6ª feira  (9h45-11h45  |  14h15-16h15  |  18h00-20h00).

                    » a partir de 26 de junho 2017: na Loja do Candidato, de 2ª a 6ª feira (9h30-13h00 | 14h30-18h00).

(Caso não tenha disponibilidade neste horário, atenderemos por marcação em horário conveniente ao candidato, para o que bastará enviar e-mail para candidaturas@porto.ucp.pt).

  • Por correio: Os documentos acima referidos devem ser enviados para o seguinte endereço:

Universidade Católica Portuguesa
Gestão Serviços Académicos
A/c D. Rosa Lina Rocha
Rua Diogo Botelho, 1327
4169-005 Porto
Portugal

 

 

Após envio da documentação, o candidato receberá um email de confirmação de receção de candidatura, com a informação necessária para proceder ao pagamento através de transferência bancária. A candidatura só ficará concluída após receção do pagamento.

A informação referida não dispensa a consulta do Regulamento de Aplicação do Estatuto do Estudante Internacional da Universidade Católica Portuguesa.

 


 


 

 

 

MUDANÇA DE PAR INSTITUIÇÃO/CURSO | TITULARES DE CURSO

 

> CONDIÇÕES DE ACESSO

Este Regime de acesso destina-se aos candidatos titulares de um curso médio ou superior, português ou estrangeiro, ou indivíduos que frequentaram o Ensino Superior e que pretendam mudar de estabelecimento de ensino e/ou de curso (Mudança de Par Instituição/Curso), desde que estejam ou tenham estado inscritos no Ensino Superior, não sendo exigida aprovação a nenhuma unidade curricular.

Para os candidatos que acedam por Mudança de Par Instituição/Curso, é igualmente exigida a prova de ingresso.

A candidatura por este regime implica a realização de uma prova, que constitui um pré-requisito de aptidão vocacional, na Universidade Católica Portuguesa, no qual o candidato terá de ser considerado apto. Após obter aprovação no pré-requisito, deve apresentar a candidatura à licenciatura em Direito mediante entrega de toda a documentação exigida, podendo ser submetida de duas formas: por email, presencialmente ou por correio.

Equivalências

  • Se o candidato for proveniente de um curso de Direito, poderá obter equivalências a um máximo de 120 ECTS.
  • Se o candidato for proveniente de outro curso, poderá ter automaticamente equivalência a um máximo de 4 Unidades Curriculares opcionais não jurídicas num total de 20 ECTS. Poderá igualmente obter equivalência à unidade curricular instrumental de Inglês, no caso de ter um diploma oficial de nível B2 (CEFR) ou diploma equivalente reconhecido (Cambridge FCE, Cambridge-Michigan ECCE and ECPE, TOEFL1, IELTS2. Relativamente à unidade curricular instrumental de Tecnologias de Informação, não é possível a dispensa pelo sistema de equivalências, sendo o aluno sempre obrigado a realizar um teste de diagnóstico até cumprir o requisito

 

1 Para equivalência ao nível B2, exige-se a classificação igual ou superior a 85 (escala 0-120) no caso de internet-based TOEFL (IBT) e igual ou superior a 170 (escala 0-300) no caso de computer-based TOEFL (CBT)

2 Para equivalência ao nível B2, exige-se a classificação igual ou superior a 7 (escala 0-9)

 

A Faculdade de Direito reserva-se o direito de apenas admitir os candidatos em função da qualidade dos resultados demonstrados.

 


> COMO FAZER A CANDIDATURA

 

A candidatura à licenciatura em Direito, deve ser apresentada dentro dos prazos abaixo indicados, mediante entrega de toda a documentação exigida, podendo ser submetida de três formas: onlinepresencialmente ou por email.

 

Calendário para apresentação de candidatura 2017/2018

 

Candidatura

Resultados

Matrículas

26 jun a 1 set

5 set

7 e 8 set

 

 

 

 

 

Documentos a apresentar

  • 1 Fotografia tipo passaporte
  • Fotocópia do documento de identificação civil (passaporte ou bilhete de identidade) e fiscal  ou envio do Formulário com informação dos dados pessoais
  • Conteúdos programáticos das disciplinas realizadas (caso pretenda solicitar equivalências)
  • Taxa de inscrição no pré-requisito: €18
  • Pagamento de uma taxa: 275€

 

Adicionalmente, para Mudança de Par Instituição/Curso:

  • Certidão com as disciplinas realizadas, respetiva classificação e carga horária ou quando não tenha realizado disciplinas, documento comprovativo de matrícula e inscrição no estabelecimento de ensino anterior *
  • Documento comprovativo de que o curso que frequenta ou frequentou é reconhecido como superior pela legislação do Brasil *
  • Diploma do Ensino Médio ou equivalente legal *

 

Adicionalmente aos documentos exigidos a todos os candidatos para Titulares de Curso Médio ou Superior:

  • Certidão comprovativa da titularidade do curso médio ou superior, com indicação das disciplinas realizadas, respetivas classificações e carga horária, bem como da média final * 

*Estes documentos deverão conter Apostilha de Haia

 


> FORMALIZAÇÃO DA CANDIDATURA

  • Por email:

          Poderá enviar os documentos acima indicados para candidaturas@porto.ucp.pt, entregando os documentos originais por correio ou presencialmente.

  • PresencialmenteOs documentos acima referidos devem ser entregues:

                    » na  Secretaria,  de  2ª  a  6ª feira  (9h45-11h45  |  14h15-16h15  |  18h00-20h00).

                    » a partir de 26 de junho 2017: na Loja do Candidato, de 2ª a 6ª feira (9h30-13h00 | 14h30-18h00).

(Caso não tenha disponibilidade neste horário, atenderemos por marcação em horário conveniente ao candidato, para o que bastará enviar e-mail para candidaturas@porto.ucp.pt).

  • Por correio: Os documentos acima referidos devem ser enviados para o seguinte endereço:

Universidade Católica Portuguesa
Gestão Serviços Académicos
A/c D. Rosa Lina Rocha
Rua Diogo Botelho, 1327
4169-005 Porto
Portugal

 

O candidato receberá um email de confirmação de receção de candidatura, com informação relativa a pagamento (referência multibanco para candidatos residentes em Portugal ou NIB para candidatos residentes no estrangeiro). A candidatura só será efetiva quando o pagamento for realizado.

 


 


 

 

 

MAIORES DE 23 ANOS

 

> CONDIÇÕES DE ACESSO

  • Completar 23 anos até 31 de Dezembro de 2016
  • Não ser titular de habilitação de acesso ao ensino superior (não ter realizado os exames nacionais portugueses, não poder candidatar-se com estatuto de estudante internacional nem encontrar-se já a frequentar o ensino superior)

 

A Faculdade de Direito reserva-se o direito de apenas admitir os candidatos em função da qualidade dos resultados demonstrados.

Os candidatos são sujeitos a uma prova que se destina a aferir o preenchimento de requisitos mínimos nos domínios do raciocínio lógico e da expressão escrita.

 


> COMO FAZER A CANDIDATURA

A candidatura à licenciatura em Direito, deve ser apresentada dentro dos prazos abaixo indicados, mediante entrega de toda a documentação exigida, podendo ser submetida de três formas: Online, Email ou presencialmente.

 

Calendário para apresentação de candidatura 2017/2018

Candidaturas

Prova

Entrevista

Resultados

Matrículas

26 jun a 14 jul

15 jul (10h)

18 e 19 jul

21 jul 26 a 28 jul

 

 

 

 

 

Documentos a apresentar:

 


> FORMALIZAÇÃO DA CANDIDATURA:

Poderá efetuar a sua candidatura de uma das seguintes formas:

  • Por email:

          Poderá enviar os documentos acima indicados para candidaturas@porto.ucp.pt, entregando os documentos originais por correio ou presencialmente.

  • PresencialmenteOs documentos acima referidos devem ser entregues:

                    » na  Secretaria,  de  2ª  a  6ª feira  (9h45-11h45  |  14h15-16h15  |  18h00-20h00).

                    » a partir de 26 de junho 2017: na Loja do Candidato, de 2ª a 6ª feira (9h30-13h00 | 14h30-18h00).

(Caso não tenha disponibilidade neste horário, atenderemos por marcação em horário conveniente ao candidato, para o que bastará enviar e-mail para candidaturas@porto.ucp.pt).

  • Por correio: Os documentos acima referidos devem ser enviados para o seguinte endereço:

Universidade Católica Portuguesa
Gestão Serviços Académicos
A/c D. Rosa Lina Rocha
Rua Diogo Botelho, 1327
4169-005 Porto
Portugal

O candidato receberá um email de confirmação de receção de candidatura, com informação relativa a pagamento (referência multibanco para candidatos residentes em Portugal ou NIB para candidatos residentes no estrangeiro). A candidatura só será efetiva quando o pagamento for realizado.